Por administrador em 11/fev/2010

Plano de Saúde: entidades pressionarão por implantação imediata



Após se reunirem com a Presidência do Inas (Instituto de Atendimento à Saúde do Servidor do DF) para discutir a implantação do plano de saúde, os representantes da CUT e das entidades que integram o conselho do Inas, entre elas o Sinpro, decidiram intensificar a campanha pelo fim da enrolação. Isso porque receberam a informação de que a lei do Plano voltou a ser analisada pela Procuradoria do DF, o que vai mais uma vez atrasar sua efetivação.
No entendimento do Sinpro, o governo Arruda, mesmo diante da crise, teria todas as condições de implantar o quanto antes o Plano, que é uma das principais conquistas da nossa luta. A enrolação vem desde o início do governo, pois nosso plano estava pronto para ser implantado e voltou a ser discutido pela Câmara, por orientação de Arruda.
Para articular uma forma de exercer uma pressão conjunta junto ao GDF para garantirmos nosso direito, a CUT convoca todas as entidades envolvidas nessa discussão para uma reunião na segunda-feira após o carnaval, dia 22, às 10h, no auditório da CUT-DF.

Imprimir