Por administrador em 12/jan/2010

PT pede afastamento de distritais envolvidos



A líder da bancada do PT, deputada Erika Kokay, esteve na tarde desta terça-feira (12) com o ministro Luiz Navarro, interino da Controladoria Geral da União. A petista entregou ao ministro o pedido para que as empresas citadas nas denúncias da Operação Caixa de Pandora sejam consideradas inidôneas e não possam mais firmar contratos com o GDF. A resposta da CGU foi otimista. Apesar de o processo precisar passar por análise técnica no órgão, haveria possibilidades de que isso pudesse mesmo ser feito.
Na Câmara Legislativa, a bancada petista também tomou uma nova providência: protocolou na Casa um requerimento pedindo que qualquer distrital envolvido nas denúncias da Caixa de Pandora seja impedido de discutir ou votar em processos que tratem das denúncias. O pedido é um recado direto para a líder do governo, deputada Eurides Brito (PMDB). Alvo de um mandado de busca e apreensão da Polícia Federal, a peemedebista também foi filmada por Durval Barbosa recebendo dinheiro vivo em 2006. Apesar disso, integra hoje a Comissão de Constituição e Justiça da Casa, que está analisando os pedidos de impeachment contra o governador José Roberto Arruda. (do blog da Paola Lima)

Imprimir