Por administrador em 22/ago/2014

Outras Pautas aprofunda debate sobre plebiscito por reforma política no Brasil



op 756

Tema recorrente desde as manifestações ocorridas em junho de 2013, o Plebiscito Popular por uma reforma política no Brasil ganhou espaço na quinta edição do projeto Outras Pautas. Durante os três blocos do programa, realizado no teatro da Escola Parque 308 Sul, a militante política e integrante da Secretaria Operativa Nacional do Plebiscito Popular pela Constituinte Soberana e Exclusiva do Sistema Político, Misa Boito, e a deputada distrital Arlete Sampaio falaram sobre a importância do tema e as mudanças que a reforma vai gerar no cenário político nacional em caso de aprovação. O evento será exibido e reprisado pela TV Comunitária Cidade Livre (NET, canal 12) e no site do Sinpro.

Profunda conhecedora do tema, Misa Boito disse que o que vimos nas manifestações de 2013, com a juventude nas ruas, foi um pedido de mudanças em várias áreas, o que culminou em uma discussão em torno da reforma política brasileira. “O que aconteceu nas manifestações, com pedidos de melhorias nas áreas da saúde, transporte público, segurança, entre outros, não é uma coisa nova. Na história do Brasil temos vários exemplos. As manifestações disseram que os políticos não representavam a juventude que foi às ruas e que era preciso uma reforma política. Houve então a necessidade de um plebiscito para decidir a questão”, analisa Misa.

A deputada distrital Arlete Sampaio complementou dizendo que o Brasil nunca teve uma constituinte soberana e que a luta que estamos tentando agora, a partir das manifestações, é que a democracia possa avançar no Brasil. “Os jovens não foram às ruas para dizer que tudo o que foi feito estava errado. Várias coisas melhoraram, mas a maneira como o Brasil se organiza politicamente está ultrapassada. Por isto há a necessidade de uma reforma política. É preciso dar uma nova feição para o estado brasileiro e isto o Congresso não quer. Ou a sociedade se mobiliza e define por uma mudança ou vamos continuar desta forma”, conclui a parlamentar.

No último bloco a diretora Rosilene Corrêa, que intermediou a mesa, abriu espaço para perguntas de estudantes, professores e convidados. Também participaram da mesa os diretores do Sinpro Gabriel Magno e Meg Guimarães. Os dois explicaram para o público presente a operacionalização do plebiscito nas comunidades e em especial nas escolas públicas do DF, enfatizando que todos podem buscar mais informações no site do Sindicato.

“É um momento importantíssimo para a nossa democracia. A discussão em torno de um plebiscito que pretende fazer uma reforma política no Brasil é uma resposta às manifestações das ruas e uma esperança para que as mudanças necessárias na democracia brasileira possam acontecer”, diz.

O Outras Pautas é idealizado e realizado pelo Sinpro com o objetivo de ampliar o debate com a categoria e com a sociedade sobre temas relevantes para o avanço da democracia. As edições anteriores já abordaram temas diversos, exemplo dos 50 anos do golpe militar, a influência da mídia na política e no mundo, uma entrevista com o rapper MV Bill e um debate sobre a reforma política.

Imprimir