Por administrador em 04/out/2013

Mercadante minimiza queda da USP em ranking internacional



O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, minimizou a queda da USP (Universidade de São Paulo) no ranking das melhores universidades do mundo da Times Higher Education. A universidade paulista caiu ao menos 68 posições e deixou o país sem representantes entre as 200 melhores instituições.

 

Segundo o ministro, o ranking dá importância ao número de cursos dados em língua inglesa e, assim, privilegia as universidades em países de língua anglo-saxã.

 

“Esse indicador está dando mais peso para esses cursos em língua inglesa e [a maioria] são universidades em países de língua inglesa”, disse Mercadante em coletiva sobre o cartão de confirmação de inscrição do Enem 2013 nesta quinta-feira.

 

Na noite de ontem, a USP já tinha afirmado que esse era um ponto importante para explicar seu resultado ruim. Além de ser uma universidade mais nova e maior do que parte importantes das instituições de ponta.

 

No ranking deste ano, a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) também caiu de posição e passou de 251º a 275º lugar (em 2012) para 301º a 350º lugar.

 

Fonte: Terra

Imprimir