Por administrador em 13/nov/2014

Manifestações nesta quinta (13) pressionam por plebiscito constituinte



Movimentos sociais promovem hoje (13) um dia nacional de luta pela Constituinte do sistema político. Em São Paulo, entidades como a CUT, Central de Movimentos Populares, Consulta Popular, Fora do Eixo, Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, MST, se reúnem na Avenida Paulista, a partir das 17h, no Masp. Os movimentos defendem que o Congresso Nacional convoque um plebiscito oficial, em que a população decida se é favorável à convocação de uma Constituinte para a realização de uma reforma política, com a eleição de pessoas exclusivamente com essa finalidade: modificar as regras que regulam os processos eleitorais, o financiamento das eleições e do funcionamento dos partidos. São dez as manifestações programadas pelo país.

Ceará
– Ato na Praça da Bandeira, em Fortaleza, às 15h

Minas Gerais
– Praça Sete, em Belo Horizonte, às 17h
– Rua Halfeld, em Juiz de Fora, às 17h

Pará
– Pátio do Góis, em Altamira, às 8h

Paraíba
– Avenida Presidente Getúlio Vargas, 450 , em João Pessoa, às 15h

Pernambuco
– Praça do Derby, em Recife, às 16h30

Rio Grande do Norte
– Calçadão da João Pessoa, em Natal, às 15h

São Paulo
– Ato pela Reforma Política no vão livre do Masp, Avenida Paulista, às 17h
– Ato em apoio ao Plebiscito Constituinte, na Praça Oswaldo Cruz, às 18h
– Dia Nacional de Luta em Guaratinguetá, às 15h

Para os movimentos, a reforma política é a mãe de outras reformas necessárias, tal como a agrária, a urbana e a democratização dos meios de comunicação. As entidades entendem que o Congresso é formado por uma maioria desinteressada em mudanças contundentes, como a redução da influência do poder econômico nas eleições, como fim das doações de empresas privadas a campanhas eleitorais. E que qualquer mudança profunda irá requerer uma grande pressão popular Legislativo.

Nesta matéria da TVT, a ativista Paola Estrada, integrante da coordenação nacional do movimento pelo Plebiscito Constituinte, explica a importância e os objetivos dessa movimentação, apoiada por quase 500 organizações da sociedade.

(Da Rede Brasil Atual)

Imprimir