Por administrador em 10/mar/2009

Mais solidariedade aos professores



O Sinpro continua a receber mensagens de solidariedade aos professores por telefones e e-mails. Veja mais algumas manifestações em protesto contra a reportagem publicada pelo Correio Braziliense:
Prezado representante do Sindicato dos Professores do DF:
Não é somente os professores que estão indignados com a matéria veiculada no Correio Brasiliense de domingo, penso que toda a sociedade que acredita na educação e principalmente na educação do DF, estão também indignados.
Eu particularmente quando li esta reportagem fiquei descrente do veículo de comunicação que deveria levantar a bandeira da nossa educação, e ao invés disto tenta insuflar uma guerra contra os professores. Penso que a informação, principalmente quando se trata de educação, deveria, como muito bem colocado no texto” primeiramente checar os dados, confrontar as informações dos dois lados”, mas não o que o Correio tentou passar para a sociedade; de que os professores não querem educar, que os professores estão transgredindo a lei, que apenas estariam preocupados com seus salários, não acredito nisto.
Quando o sindicato dos professores diz que ” o jornal Correio Brasiliense descumpriu a regra básica do bom jornalismo, a de ouvir os dois lados envolvidos no assunto em pauta, acredito que alertou para ética no serviço de comunicação e informação, fundamental para que seja comprovada a credibilidade da informação.
Como cidadã e operadora do direito, tenho certeza de que todos têm o direito constitucional de fazer greve para reivindicar seus direitos, esta posto na nossa Lei Maior em seu artigo 9º. A greve é um direito social.
Amo os educadores, para mim o professor é o alicerce do nosso amanhã, e é através da educação que nossos direitos serão devidamente respeitados. A esperança de um povo, de uma nação está na educação.
Que a dignidade e o direito dos professores sejam respeitados.
Elizabeth Cezar Nunes
Bacharel em Direito pelo UNICEUB
Ao Sinpro – DF

Acredito que não só devamos escrever ao Correio Brasiliense, falando da nossa indignação quanto a falta de profissionalismo deste meio de comunicação, como também fazermos um boicote na compra do referido jornal, enviando e-mail a todos os professores e também solicitando a amigos que façam o mesmo.
marcos antônio gomes de araújo
Envio meu protesto que enviei ao correio, e tenho mais uma denúncia a fazer: o GDF levou trio elétrico pra Salvador!!!! Sabiam disso? Pois é!!!! Eu tava lá e vi com meus olhos!!!! E não estava bêbada!!!! Afinal não bebo!!!! Só coca cola!!!! Achei que era miragem, mas infelizmente não era!!!! Um trio enorme, com músicos cantando lá em cima, todo verde e com a logo do GDF pra tudo quanto é lado!!!! Para isso eles têm recursos e pra comprar jornal também!!!!
Que decepção!
Luciane s.c

Ontem fiquei muito indignada ao ler a matéria.
Sou assinante do Correio e deixarei de ser.
Creio que o SINPRO deve fazer uma carta de esclarecimento à comunidade e estimular que todas as escolas façam uma reunião com sua comunidade para explicar o que está acontecendo.
Sueli Brito

Imprimir