Por administrador em 18/mar/2014

Greve dos servidores começa e fecha mais de 10 setores da UnB



Começou nesta segunda-feira (17) a greve dos servidores técnico-administrativos da UnB. No primeiro dia, mais de 10 setores da Universidade foram fechados, entre eles a Biblioteca Central, a prefeitura, o almoxarifado central e as Faculdades de Direito, Educação, Biologia e Tecnologia.

“Estamos a todo vapor. Nosso trabalho agora é emplacar cada vez mais adesão ao movimento grevista. Vamos trabalhar com unidade para garantir nossos direitos e avançar na nossa pauta de reivindicação”, afirma o coordenador geral do Sintfub, sindicato que representa a categoria, Mauro Mendes, que também é secretário de Saúde do Trabalhador da CUT Brasília.

A greve dos servidores técnico-administrativos é nacional. Entretanto, além da pauta de reivindicações comum a todos os servidores, há também a pauta de reivindicação local, que, entre outros pontos, exige a jornada de trabalho de seis horas diárias; a revogação dos aumentos abusivos nas moradias da UnB, da privatização do Restaurante Universitário e da gestão do Hospital Universitário pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares – Ebserh.

Nesta terça-feira (18), os servidores da UnB realizarão assembleia para discutir os rumos do movimento paredista. A atividade será às 9h, na Praça Chico Mendes. Após a assembleia, a categoria realizará ato na Universidade.

Clique aqui e veja a pauta de luta nacional e local dos servidores técnico-administrativos.

Imprimir