Por administrador em 15/mar/2012

GDF prejudica mais uma vez aposentados



O governo do Distrito Federal mais uma vez promete e não cumpre. Desta vez foi o envio das declarações de rendimentos das professoras e professores aposentados.

Passados quinze dias do início da contagem do prazo para entrega da declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), ano base 2011, as professoras e professores aposentados não receberam suas respectivas declarações de rendimentos, documento imprescindível para o cálculo do imposto. Em reunião com a Comissão de Negociação do Sinpro-DF, o governo do Distrito Federal prometeu que faria o envio das declarações “com urgência”, mas até esta quinta-feira, 15 de março, não cumpriu.

Aposentados, que sempre foram os primeiros a entregar suas declarações do IRPF, agora temem não conseguir cumprir o prazo, pois estão impedidos de fazê-lo por falta de documento. Sem a declaração de rendimento, não há como fazer o cálculo do imposto. Embora trabalhoso, seria até possível calcular o IRPF com base nos contracheques de 2011, mas nem isso as/os aposentadas/os podem fazer. O GDF também não enviou até hoje o contracheque do mês de dezembro/2011.

O envio dos contracheques de dezembro/2011, janeiro/2012 e fevereiro/2012 havia sido acordado com o governo na mesma reunião em que foi prometida a remessa das declarações de rendimentos. Enviar esses documentos é uma obrigação do GDF, e não um favor. Professoras e professores aposentados merecem respeito e não podem ser prejudicados, por uma postura irresponsável de nossos governantes.

 

Imprimir