Por administrador em 12/dez/2013

GDF paga Gaped a professores(as) licenciados(as) para estudos



A Comissão de Negociação do Sinpro, em reunião com o subsecretário da Sugepe (Subsecretaria de Gestão de Pessoas), José Eudes, da Secretaria de Educação, tratou da correção de alguns itens da Portaria 259, que regulamenta o Plano de Carreira do Magistério.

Segundo o subsecretário, os(as) professores(as) que estavam afastados em virtude de estudos já receberam – retroativa a março – a Gaped, a qual passaram a ter direito com o novo Plano de Carreira.  Também os(as) professores(as) em estágio probatório receberam retroativamente a gratificação pela progressão na Carreira.

Outros itens da Portaria 259 serão tratados em uma nova reunião da Comissão do Sinpro com o secretário de Educação, Marcelo Aguiar. A próxima reunião já está agendada para a semana que vem.

PDAF

A Comissão de Negociação, em nome do Sindicato e da categoria, cobrou uma posição do GDF em relação aos recursos do PDFA – Programa de Descentralização Administrativa e Financeira. O remanejamento de R$ 35 milhões da Educação para a Segurança deixou a categoria indignada, já que as escolas estão sempre na penúria. Segundo José Eudes, a questão dos recursos da Educação voltará a ser tratada na próxima reunião, com a presença do secretário.

Outro ponto que ficou acertado foi o abono para o período da fase de recursos sobre a validade do atestado médico apresentado pelo(a) profissional.

O subsecretário informou que está sendo realizado estudos sobre a demanda reprimida da licença prêmio, bem como a quantidade de professores que serão necessárias para supri-las e que após a conclusão do mesmo no ano que vem, poderiam apresentar uma proposta para que professores regentes possam retomar o gozo da licença prêmio de forma escalonada.

Também, segundo Eudes, já foram aprovados 3.100 processos de redução de 20% na carga horária de regência para quem tem 20 anos ou mais de exercício em sala de aula no DF.

Por fim, José Eudes informou que as ampliações de carga horária para professores(as) que desejam passar de 20 para 40 horas serão concedidas a partir do próximo ano.

Imprimir