Por administrador em 10/jan/2014

Funcionários da educação pública: profissionalização ou terceirização?



Esse é o título do novo livro do Professor João Monlevade, a ser lançado no Congresso da CNTE – que atualiza e polemiza as discussões iniciadas em dezembro de 1995 no seu livro de estreia, “Funcionários das Escolas Públicas: Educadores Profissionais ou Servidores Descartáveis?”.

Embora os sindicatos, a CNTE e a sociedade comemorem muitos avanços, principalmente na legislação e nos programas de formação profissional, a realidade é pesada e impõe novas interrogações. Invisibilidade social, subalternidade política, marginalidade pedagógica, sub-valorização salarial e até mesmo indefinições funcionais, que conspiram contra a identidade e a valorização dos técnicos administrativos da educação.

A maioria da população e até mesmo milhares dos “profissionais da educação”, hoje reconhecidos pela Constituição e pela LDB (por meio das emendas das Leis nº 12.014 e 12.796), ignoram a conquista que esperamos definitiva do reconhecimento dos funcionários como integrantes da Categoria III desses profissionais (além dos professores e pedagogos), desde que habilitados em nível médio ou superior por cursos de conteúdo técnico-pedagógico – entre os quais os do PROFUNCIONÁRIO.

O autor aprofunda as análises históricas e sócio-pedagógicas os sofrimentos, as lutas e vitórias dessa categoria que, de tão importante, fez surgir a CNTE com um nome abrangente e includente. O preço por exemplar será de R$ 10,00 e será concedido desconto de 40% para compras coletivas dos sindicatos ou grupos – acima de vinte exemplares.

Imprimir