Por administrador em 22/out/2012

FLAAC 2012 chega à Universidade de Brasília com novidade: a África



 

Terceira edição do festival que aconteceu em 1987 e 1989 traz a América Latina novamente ao debate, mas dessa vez soma ao conjunto a perspectiva africana.Entre os dias 22 e 27 de outubro, a Universidade de Brasília – UnB recebe o FLAAC 2012. O evento que nasceu, em 1987, com o nome de Festival Latino Americano de Arte e Cultura e se repetiu em 1989, mas agora vem em dose dupla: fala também de África.

 

Dessa forma, o novo FLAAC se apresenta como Festival Latino-americano e Africano de Arte e Cultura e traz em sua programação uma imensa gama de artistas e manifestações variadas de cultura africana e afro-brasileira. Segundo o Coordenador Executivo do festival, Elísio Lopes Jr, somar o contexto africano ao FLAAC foi uma decisão unânime, que dialoga completamente com os valores e a cultura da Universidade, sentimentos originados por seus fundadores, Darcy Ribeiro e Anísio Teixeira.

 

“A UnB foi a primeira Universidade Federal a estabelecer o sistema de cotas raciais. Os africanos são presentes no campus e fazem parte desse todo. Além disso, falar de África é recordar a história do país”, comenta Elísio.

 

Para isso, o FLAAC 2012 recebe em sua Aldeia Global o Espaço África – Anísio Teixeira, que será palco para todas as atividades relacionadas às africanidades. Dentre as atrações, o espetáculo “Histórias Iorubás”, que acontece no dia 23 de outubro, às 14h30, e tem como referência uma grande ampulheta, que conta o tempo das histórias e faz referência aos símbolos retratados na apresentação. Com curiosidades sobre orixás e divindades, as histórias contadas circulam nos terreiros de candomblé do Brasil até hoje e terão, no FLAAC, um público especial.

 

Outro grande destaque da programação é o espetáculo “Percurso dos Sentidos: uma performance interativa multi-sensorial”, com o Maestro Sérgio Souto e Grupo Vozes Reveladas, que ocorre no dia 25 de outubro, às 14h30. A apresentação acontece com a platéia vendada e, a partir disso, se desenvolve com desfecho indefinido. Enquanto sujeito normal, subitamente privado do predominante sentido da visão, o ser humano tende, inicialmente, a passar por sensações de mal-estar como insegurança, ansiedade e medo, mas logo seu instinto de sobrevivência impõe mudanças de atitude, começando pelo resgate e apuro dos outros sentidos que, potencializados, assumem as funções de traduzir e estabelecer as conexões com o mundo. Com isso, o público é levado a enfrentar as propostas do grupo de outro modo e dessa forma, refletir sobre os temas propostos, como a influência africana no país.

 

Além desses espetáculos, o FLAAC também recebe apresentações de danças e ritmos africanos, o espetáculo de moda “África – Remix”, oficinas de percussão e tambores afro-brasileiros, dentre várias outras atividades. A programação completa pode ser consultada no site www.flaac2012.com.br.

 

 

Serviço

 

FLAAC 2012

Quando: de 22 a 27 de outubro

Onde: Aldeial Global FLAAC – Campus Darcy Ribeiro UnB (arena montada entre o ICC, a Reitoria e a Biblioteca)

Classificação indicativa: 12 anos

A entrada é franca.

Imprimir