Por administrador em 04/out/2009

Fenaban pede “tempo” e bancários mantêm greve



Fenaban mais uma vez frustrou as expectativas dos bancários e, mesmo após dois dias de intensas discussões com o Comando Nacional e nove da greve nacional da categoria, não apresentou nada de novo em relação às reivindicações dos trabalhadores, levando a assembleia desta sexta-feira a deliberar pela continuidade da greve por tempo indeterminado.

Segundo o presidente do Sindicato, Rodrigo Britto, que acompanhou as negociações em São Paulo, sem definição sobre uma proposta concreta, principalmente em relação à Participação nos Lucros e Resultados (PLR), os representantes dos bancos pediram “um tempo”, mesmo com a pauta em mãos desde o dia 10 de agosto, para consultarem os banqueiros, com o compromisso de, na semana que vem, entrarem em contato com o Comando Nacional para marcar nova data para dar prosseguimento às conversações.

Diante desse cenário, orienta Britto, “não resta alternativa aos trabalhadores senão a de manter e intensificar a greve, em todos os bancos, públicos e privados”. (do site do Sindicato dos Bancários (www.bancariosdf.com.br).)

Imprimir