Por administrador em 01/nov/2013

Faetec vai solicitar certificação para aluno que passar no Enem



A Faetec vai solicitar ao Conselho Estadual de Educação do Rio de Janeiro (CEE/RJ) orientações sobre os procedimentos a serem adotados com relação aos alunos do 3º ano do ensino médio com menos de 18 anos que atingirem os requisitos mínimos para certificação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O pleito será para que esses jovens sejam considerados aprovados, mesmo antes do final do ano letivo, cujas atividades devem se estender, pelo menos, até o final de janeiro em função da greve de 75 dias realizada pelos profissionais da instituição.

A diretora do Instituto Superior de Educação do Estado do Rio de Janeiro (Iserj), Sandra Santos, fez uma consulta oral a Magno Maranhão, membro do colegiado. Segundo a professora, o objetivo é impedir que a paralisação prejudique os alunos do 3º ano no uso da nota do Enem em diversos vestibulares, especialmente o Sistema de Seleção Unificada do Ministério da Educação (Sisu/MEC) — responsável pela seleção das principais universidades públicas do país.

“Vamos solicitar ao Conselho Estadual de Educação orientações sobre os procedimentos a serem adotados com os alunos. Como vivemos um momento de exceção, que foi a greve iniciada em 12 de agosto, queremos evitar prejuízos para os alunos que precisarem se inscrever nas universidades. No entanto, nosso pedido será apenas para os alunos da rede Faetec”, explicou Sandra Santos.

A consulta formal, no entanto, deverá ser encaminhada ao órgão por escrito, provavelmente por Fernando Mota, diretor da Educação Superior da Faetec. De acordo com a diretora do Iserj, os alunos com mais de 18 anos aprovados no Enem têm a sua certificação garantida, pois a aprovação no Enem possibilita a certificação no ensino médio. No entanto, aqueles com menos de 18 anos precisariam esperar o final do ano letivo para obtenção do seu diploma. E o encerramento do ano letivo na rede Faetec, em função do calendário de reposição da greve, deve ser posterior ao período de inscrições no Sisu.
De acordo com o conselheiro Magno Maranhão, esse é um pedido inédito e sobre o qual o órgão deverá se debruçar com atenção. “Recebemos alguns pedidos isolados, mas o MEC não permite a certificação do Enem para quem tem menos de 17 anos. Esse, no entanto, é um caso excepcional, por causa da greve. Pode ser que, ao analisar a consulta, transformemos o pedido em um parecer normativo, estendendo a medida aos alunos da rede estadual de ensino”, acrescentou Magno Maranhão.
No entanto, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou que a certificação é concedida somente para aqueles que a solicitam no ato da inscrição. Como as inscrições para o Enem foram realizadas entre os dias 13 e 27 de maio, muito antes da deflagração das greve da rede Faetec (12 de agosto) e da rede estadual de ensino (8 de agosto), é provável que muito estudantes não tenham assinalado a opção pela certificação ficando, assim, impedidos de obter seu diploma de ensino médio com o resultado do Enem.

O Inep informou, ainda, que a pontuação mínima exigida para certificação é de 450 pontos na prova objetiva e 500 pontos na redação.

Fonte: Folha Dirigida
Imprimir