Por administrador em 22/jul/2014

Estudantes e professores do DF receberão tablets para apoio educacional



Estudantes e professores de Ensino Médio em escolas públicas do Distrito Federal receberão, ainda este ano, até 104 mil tablets para auxiliar no ensino tanto dentro quanto fora de sala de aula. O edital de licitação para aquisição do material foi divulgado no início do mês no Diário Oficial do Distrito Federal.

Uma das principais exigências é que as empresas interessadas estejam aptas não somente a fornecer o equipamento, mas também softwares embarcados capazes de contemplar as exigências educacionais dos conteúdos didáticos.

A intenção da secretaria é fazer uma avaliação preliminar dessa primeira entrega. Se o resultado for positivo, a ideia é que o projeto seja usado também em outros níveis educacionais (Fundamental e Ensino de Jovens e Adultos – EJA).

“Temos a intenção de fazer assim como acontece com os livros didáticos: levantamos a demanda e entregamos o material aos estudantes, que terão o compromisso de utilizar e zelar pela tecnologia da melhor maneira”, frisou o subsecretário de Modernização e Tecnologia, Danilo César Ribeiro da Silva Lima.

Entre os componentes previstos para virem instalados nos tablets está o sistema Android mais atual ou compatível, memória capaz de atender ao uso dos alunos e professores, conteúdo didático e aplicativos com tecnologia 3D.

“Estamos pensando também na instalação de um sistema WI-FI nas escolas, para que o usuário possa se conectar à internet. Porém, vai depender de outro processo licitatório”, explicou Danilo, que destacou que a necessidade de conectividade é apenas para criar mais oportunidades de estudo, uma vez que o sistema abarcado trabalha off-line.

No ano passado já foram distribuídos 1.777 tablets aos professores da rede oficial de ensino. O montante ficou no valor de R$ 495.605,30. A aquisição dos aparelhos se deu por meio de adesão à Ata de Registro de Preços do Fundo Nacional da Educação (FNDE), tendo em vista a adesão da SEDF (SEDF) ao Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo). O programa do governo federal objetiva a promoção do uso pedagógico da informática na rede pública de educação básica.

Além desses, outros 1.085 tablets já adquiridos serão entregues a professores da Escola Técnica de Brasília, Centro de Educação Profissional (CEP) Saúde de Planatina, CEP Ceilândia e Escola de Música de Brasília.

“Nós conhecemos o trabalho árduo dos professores em busca de oferecer o melhor a seus educandos. A tecnologia vem para oferecer mais uma possibilidade didática a eles. Temos várias outras ideias de como propor o melhor uso do equipamento. Uma delas é instalar diários eletrônicos, mas vamos estudar e propor outras ferramentas para melhorar o cotidiano em sala de aula”, definiu o subsecretário.

(Da Agência Brasília)

Imprimir