Por administrador em 17/nov/2011

Contagem regressiva para indicativo de greve no dia 8 de março



Professoras e professores reunidos em frente ao Palácio do Buriti, nesta quinta-feira (dia 17) aprovaram por ampla maioria iniciar contagem regressiva até 8 de março. Esta é a data marcada para a próxima assembleia geral com indicativo de greve e paralisação. Caso o governo até lá não tenha apresentado uma proposta que atenda à expectativa da categoria, além de cumprir os acordos já assumidos a categoria poderá entrar em greve.

Desde a última assembleia não houve qualquer negociação com o GDF a respeito das tabelas salariais do Plano de Carreira do Magistério Público do DF. Além disso, a proposta apresentada pelo governo para reajuste da tabela salarial em 2012 não atende, nem de longe, ao esperado pela categoria, que reivindica a isonomia salarial com a carreira médica até 2014.

Serão 113 dias até 8 de março, durante os quais realizaremos uma ampla campanha de mídia com o objetivo de esclarecer a população sobre a legitimidade de nossas reivindicações e a necessidade de o GDF cumprir o que foi acordado em mesa de negociação no início deste ano.

A categoria também decidiu acompanhar a votação do Orçamento e da Gestão Democrática na Câmara Legislativa do DF do dia 18 de novembro até o fechamento do ano legislativo; realizar a campanha de eleição de delegados(as) nas escolas no período de 6 a 29 de fevereiro; e fazer no dia 1º de março uma reunião de delegados(as) sindicais por grupos de regionais, além de visitar as escolas e promover debates com a comunidade escolar.

Mais uma vez vamos mostrar a força da categoria. Não aceitaremos mais que o governo nos trate com descaso. Nossas reivindicações são legítimas e nós exigimos respeito.

Imprimir