Por administrador em 06/jan/2012

Escolas sucateadas: até quando?



Professoras(es) e alunas(os) de 265 escolas da rede pública do Distrito Federal terão que enfrentar mais um ano letivo em estabelecimentos sucateados com claro prejuízo para o ensino. A lista é infinda e vão desde salas de aulas com goteiras, paredes e pisos comprometidos, problemas elétricos até cadeiras e carteiras quebradas.

Ironicamente o diagnóstico real da situação das escolas foi feito pela própria Secretaria de Educação. Mas das 303 escolas que ela declarou precisar urgentemente de reforma, só 38 delas foram contempladas com verba para obras de reforma, ampliação e reconstrução, conforme noticiado nesta quinta-feira, dia 6, pela imprensa.

O Sinpro-DF lamenta o abandono dessas escolas que compromete o trabalho de educadoras e educadores do DF e, consequentemente, traz sérios prejuízos para o aprendizado de nossos alunos. Até quando a Educação vai ter que esperar para ser prioridade no DF?

Imprimir