Por administrador em 23/jan/2014

Escola britânica planeja multar pais de alunos atrasados



Uma escola da Grã-Bretanha está discutindo a possibilidade de multar pais de alunos que chegam atrasados às aulas. A Emerson Valley School em Milton Keynes, no sudeste da Inglaterra, quer multar em 60 libras (cerca de R$ 234) os pais de crianças que perderam a hora do registro de entrada na escola dez vezes em um período de 12 semanas.

Se a multa não for paga dentro de 21 dias, ela passa a ser de 120 libras (cerca de R$ 468). A escola de ensino básico espera que a medida aumente a pontualidade. O Conselho Municipal de Milton Keynes informou que já existe uma política local de aplicação de multas para os pais de alunos atrasados. Mas, a decisão final de aplicar ou não essa política cabe às escolas.

“Nossos números mostram que, no último ano acadêmico, duas multas foram aplicadas em relação ao atraso recorrente de alunos. Na maioria dos casos, uma carta com um aviso (aos pais) mostrou ser o suficiente para lidar com a questão”, informou o Conselho Municipal em uma declaração.

Críticas
O plano da escola Emerson Valley recebeu críticas de alguns pais de alunos que afirmaram que a escola deveria levar em conta as famílias que precisam levar outros filhos para outras escolas.

“É preciso haver (alguma medida de) impedimento (do atraso nas escolas), mas acho que isto coloca muita pressão nos pais e rompe o compromisso entre a escola e as famílias”, afirmou Georgina Hodgkinson, mãe de um estudante da cidade. “Se você, como nós, tem filhos em escolas diferentes, você tenta gerenciar a logística de um e de outro e sempre haverá problemas com isso”, acrescentou.

Em uma declaração, a escola afirmou que a ligação entre a frequência escolar e o desempenho do aluno é clara e que as estratégias adotadas para melhorar a frequência e a pontualidade foram bem-sucedidas. A escola também informou que nenhuma carta de alerta ou multa foram emitidas neste ano escolar.

A Emerson Valley School afirmou que está trabalhando em parceria com a escola de educação infantil Merebrook, que fica nas proximidades, e já tomou “medidas positivas”, incluindo abrir o parquinho mais cedo para garantir que os alunos possam chegar com mais pontualidade nas duas escolas. Também informou que está trabalhando com outras escolas locais para melhorar a frequência e pontualidade.

 

Imprimir