Por administrador em 19/mar/2012

Goiás: professores em Greve realizam nova assembleia nesta quarta(21)



Os professores da rede pública de ensino do Estado de Goiás, em greve desde o dia 6 de fevereiro, farão outra assembleia nesta quarta-feira, dia 21 às 9hs no jóquei Clube.Com a decisão de continuar a greve após assembleia realizada última quarta-feira,dia(14), educadores estaduais seguiram em carreata do Jóquei Clube de Goiás até a BR-153, onde realizaram uma ato público, interrompendo a circulação de carros por quase uma hora. O objetivo foi o de chamar a atenção da sociedade para o descaso do poder público com a Educação. A atividade demonstrou a disposição da categoria que luta pelo retorno da gratificação de titularidade, direito conquistado em anos de luta e extinto pela atual política do secretário estadual de Educação, Thiago Peixoto.
Deflagrada dia 6 de fevereiro, a greve foi impulsionada após a aprovação da lei 17.508/11, elaborada pela dupla Marconi/Thiago, que achatou a carreira dos profissionais da Educação e desrespeitou os direitos da categoria. Dez dias após a abertura do diálogo entre governo do Estado e direção do Sintego, a proposta apresentada não atendeu a principal reivindicação dos trabalhadores.
Além do prejuízo aos educadores, o fim da gratificação de titularidade gera reflexos negativos inclusive para a qualidade do ensino na rede estadual. Ao longo da assembleia, os trabalhadores se manifestaram contra as medidas da Seduc, que atingem professores, administrativos e aposentados da rede estadual.

Greve Nacional

Em carreata, os educadores saíram do Jóquei Clube de Goiás e pararam a BR-153. Apesar do congestionamento, motoristas e caminhoneiros, em respeito aos profissionais da Educação, apoiaram a manifestação.
O ato público também compõe as atividades da Greve Nacional da Educação, que teve início hoje e vai até o dia 16 de março. O movimento nacional possibilita a união de forças de todos os educadores do País em defesa da valorização da Educação e fortalece a luta dos educadores do Estado de Goiás em greve.
Hoje à tarde, a direção do Sintego e profissionais das escolas públicas de Goiás se reuniram na Assembleia Legislativa para pressionar os deputados estaduais a se manifestarem em defesa dos educadores. Amanhã (15), às 9h, uma Tenda da Educação será montada na Praça do Bandeirante, onde serão coletadas assinaturas de apoio da sociedade às lutas da categoria. E na sexta-feira (16), o Sintego irá realizar atividades nos municípios que não pagam o Piso.

CRONOGRAMA DA GREVE NACIONAL EM GOIÁS

Dia 15 – Quinta-feira – Tenda da Educação na Praça do Bandeirante : coleta de assinaturas de apoio às nossas bandeiras de luta, por 10% do PIB no PNE, pelo cumprimento do Piso, em defesa dos Planos de Carreira, em repúdio às terceirizações na Educação.
Dia 16 – Sexta-feira – Divulgação da pauta nacional da CNTE e visitas do Sintego com atividades nos municípios que não pagam o Piso.

Imprimir