Por administrador em 02/dez/2014

Em assembleia, bombeiros civis do DF decidem, por unanimidade, se filiar à CUT



Os bombeiros civis do DF, conhecidos por brigadistas, passaram a integrar o quadro de filiados da CUT Brasília, após terem sido representados por outra central. A decisão, unânime, foi tomada em assembleia do Sindbombeiros/DF, sindicato que representa a categoria, na sexta-feira passada (28/11).

Para o presidente do Sindbombeiros/DF, Marcondes Alves Barbosa, a filiação à CUT foi histórica, “no sentido de darmos prosseguimento ao processo de organização da categoria, avançando nas conquistas”.

“A CUT, como instrumento de luta, estará ao lado dessa categoria nos desafios que virão”, disse o presidente da Central, Rodrigo Britto. Ele ressaltou a solidariedade de classe que permeia as relações na CUT, a maior central de Brasília, do país e da América Latina, e a quarta do mundo.

“Qualquer luta que o Sindbombeiros/DF for encaminhar terá o apoio da Federação, da Confederação, da Central e das entidades filiadas em qualquer esfera, seja numa ajuda mais técnica [assessoria jurídica, por exemplo], num processo negocial, enfim, na ação sindical de fato, no dia a dia da entidade”, ressaltou Britto.

O secretário de Administração e Finanças da CUT Brasília, Julimar Roberto Nonato, destacou que os brigadistas do DF vão receber agora “a força da nossa Central, o que tende a ampliar e garantir os direitos dos trabalhadores”. Ao lembrar que o Sindbombeiros/DF é o primeiro sindicato do gênero no país, Julimar enfatizou que a CUT é a Central que realmente garante e luta pelos direitos dos trabalhadores, “o que abre caminho para que outros sindicatos similares se formem e também se filiem à Central”.

Julimar explicou que, hoje, o Sindbombeiros enfrenta a dificuldade de ter dois salários-base dentro da categoria. “Os salários são diferentes entre o pessoal que atua na área privada e os da área pública. Vamos buscar a isonomia, unificando esses salários para contemplar todos os trabalhadores desse segmento”.

Para a secretária-geral do Sindicato dos Comerciários do Distrito Federal (Sindicom/DF), Geralda Godinho, a categoria dos bombeiros civis também é da área privada, portanto, “precisa de ajuda para fortalecer a luta, e faremos isso coletivamente”.

A assembleia desta sexta-feira ratificou a filiação do Sindbombeiros/DF também à Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços da CUT (Contracs) e à Federação dos Trabalhadores no Comércio e no Setor de Serviços do Distrito Federal (Fetracom/DF).

Secretaria de Comunicação da CUT Brasília

Imprimir