Por administrador em 13/fev/2012

Eleonora Menicucci assume a Secretaria de Políticas para Mulheres



A socióloga Eleonora Menicucci, de 67 anos, tomou posse como a nova ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres na sexta-feira, dia 10, em uma concorrida cerimônia no Palácio do Planalto. Ao assumir, ela anunciou que na sua gestão vai conversar com representantes de partidos políticos, de sindicatos, de movimentos feministas, ONGs, universidades e trabalhadores, porque “precisa de uma sociedade civil forte para avançar nas políticas públicas” voltadas para as mulheres.

A nova ministra também garantiu que vai marcar presença junto aos outros ministérios para assegurar a transversalidade das políticas de gênero em todos os programas do governo. “Meu esforço será com meus e minhas colegas ministras. Se precisar, eu estarei sentada no gabinete deles quantas horas for preciso”, afirmou.

A posse aconteceu um dia depois de o Supremo Tribunal Federal (STJ) julgar a Lei Maria da Penha constitucional. A decisão vai garantir a interpretação única da lei, assegurando a apuração e a investigação dos casos de violência contra a mulher em todo o país, mesmo quando a vítima não quiser prestar queixa. “A vitória no STF representa um marco histórico. É inegável a mudança provocada pela implantação da lei Maria da Penha no imaginário e na vida cotidiana das mulheres brasileiras” disse Eleonora.

Para a ministra da SPM, um dos maiores desafios será garantir a realização das metas do Plano Nacional de Politicas para as Mulheres. “Ainda falta muito a fazer, sobretudo em relação à ampliação das políticas relativas aos serviços públicos na área de segurança, na área da saúde, na área da justiça, para que efetivem a prática da lei em sua plenitude, tornando o atendimento e os serviços mais acessíveis, mais atuantes, céleres e respeitosos com as mulheres”, afirmou Eleonora. A prioridade, segundo ela, é garantir a incorporação de melhorias da condição geral das mulheres nas áreas econômica, política, social e cultural, além da paridade nos processos de decisão.

Perfil – Mineira de Lavras, socióloga, Eleonora Menicucci é amiga da presidente Dilma Rousseff desde a década de 60, com quem dividiu cela enquanto esteve presa durante a ditadura militar. Filiada ao PT, ela é graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais, mestre em Sociologia pela Universidade Federal da Paraíba e doutora em Ciências Políticas pela Universidade de São Paulo.

Eleonora fez pós-doutorado em Saúde e Trabalho das Mulheres na Facultá de Medicina Della Universitá Degli Studi Di Milano, na Itália. Ela é professora titular em Saúde Coletiva e atua principalmente com os temas direitos reprodutivos e sexuais, saúde integral da mulher, envelhecimento, violência de gênero, aborto, direitos humanos, autonomia, avaliação qualitativa e políticas públicas de saúde na Universidade Federal de São Paulo.

Com informações do site da CNTE

Imprimir