Por administrador em 30/ago/2010

Educação é eleita eixo essencial para crescimento do país



A CNTE, representada pelo presidente da entidade, Roberto Franklin Leão, participou quinta-feira (26), em Brasília, da 35ª Reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES). O encontro teve a presença dos ministros da Educação, Fernando Haddad; de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge e da Ciência e Tecnologia, Sérgio Machado Rezende, do presidente do BNDES, Luciano Coutinho e membros da sociedade civil.
A educação foi eleita como um dos eixos essenciais para o crescimento econômico com inclusão social no Brasil. Os conselheiros consideraram as novas demandas geradas pela economia em expansão, para chegar à conclusão da importância da educação no desenvolvimento do país. Como afirma Leão, “um país, para conseguir construir desenvolvimento com autonomia e independência, precisa de um projeto de educação que tenha o ser humano como referência e que receba uma educação que não seja puramente instrumental”. Para Leão, as pessoas precisam ser preparadas para enfrentar a demanda no mercado de trabalho. “Não queremos que seja um adestramento, mas sim uma educação que permita o ser humano ter a exata consciência do que está fazendo”, acrescentou Leão.
Os conselheiros redigiram as diretrizes que compõem a Agenda para o Novo Ciclo de Desenvolvimento que tem 9 eixos considerados prioritários: 1) os novos horizontes da educação; 2) os desafios do Estado democrático e indutor do desenvolvimento; 3) a transição para a economia do conhecimento; 4) o trabalho decente e inclusão produtiva; 5) o padrão de produção para o novo ciclo de desenvolvimento; 6) o potencial da agricultura; 7) o papel da infraestrutura (transportes, energia, comunicação, água e saneamento); 8) a sustentabilidade ambiental; 9) a consolidação e ampliação das políticas sociais.
Com informações do site da CNTE

Imprimir