Por administrador em 09/out/2011

Diretoria do Sinpro analisará projeto de gestão



O projeto que institui a gestão democrática nas escolas públicas foi enviado na quarta-feira, 5, para a Câmara Legislativa em regime de urgência. Isso significa que sua tramitação será acelerada na Casa. Na segunda-feira, dia 3, o Sinpro havia apresentado ao GDF vários pontos que considerávamos importantes e muitos deles foram contemplados no projeto enviado à Câmara. Outros,  porém nos preocupam, como o pouco tempo para a realização da eleição, que defendemos que ocorra ainda neste ano.

Sobre o Fórum Distrital de Educação, a SEE, limitou-se a dizer no artigo 50 do projeto, que irá “estimular a criação de instância de participação da sociedade civil”. A proposta do Sinpro era clara e organizava o controle social que a população deve ter, principalmente porque no ano que vem a CLDF votará o Plano Distrital de Educação, que versará sobre as metas da educação para o DF.

A participação do contrato temporário no processo de eleição ficou extremamente dificultado, visto que os mesmos terão que ser maioria do quadro de professores na escola e ainda terão que ter cumprido 2 bimestres letivos, conforme o artigo 35, item IV.

A diretoria do Sinpro se reunirá para analisar minuciosamente o projeto, bem como discutir estratégias para a mobilização da categoria nessa fase crucial da nossa luta, a batalha na Câmara Legislativa para fazermos a verdadeira gestão democrática do sistema de ensino no DF.

Clique aqui e veja íntegra.

Imprimir