Por administrador em 28/ago/2013

Dilma diz que desenvolvimento depende da educação



A presidente Dilma Rousseff voltou a afirmar nesta terça-feira, 27, que o Brasil só vai se tornar uma nação desenvolvida se investir fortemente em educação. “A maior riqueza do País não são os edifícios, não são as estradas, não são os prédios, não é a riqueza natural como o petróleo, a maior riqueza de um país é a sua população”, afirmou. Ela comentou a aprovação do projeto que destina royalties do petróleo para a educação e disse que os recursos servirão, entre outras coisas, para garantir que os professores tenham alta qualificação e que as crianças tenham aulas de recuperação nas escolas, além de enfatizar a necessidade de ampliar o ensino técnico.

 

Dilma afirmou que a profissão de professor tem de ser uma das mais valorizadas do País e disse que, quando o PT chegou ao poder, em 2002, havia uma lei que não permitia que o governo federal fizesse escolas técnicas. “Demos a essa escola técnica um sentido de formação de jovens”, completou. Ela reforçou que o governo federal tem de ajudar os Estados a construir e modernizar escolas. A presidente aproveitou para enaltecer o Pronatec, como um dos programas “mais estratégicos do País”.

 

Ao falar sobre a destinação de recursos oriundos do petróleo para a educação, a presidente comentou que o recurso com o pré-sal de apenas um campo está entre R$ 300 e R$ 700 bilhões. “Se de alguma coisa eu tenho orgulho no meu governo é que deixamos plantadas condições do presente e do futuro de assegurar ao nosso povo que tenhamos educação de qualidade”, afirmou.

 

As declarações foram feitas durante a solenidade de formatura de alunos do Pronatec em Belo Horizonte (MG). Ao seu lado estavam o prefeito da capital mineira, Márcio Lacerda (PSB), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e a ministra da Cultura, Marta Suplicy, entre outros.

 

Fonte: Clica Brasília

Imprimir