Por administrador em 05/fev/2014

Dia de volta às aulas na rede pública de ensino



As aulas da rede pública de ensino do Distrito Federal começam hoje. São esperados aproximadamente 471 mil alunos. Para atendê-los, mais de 700 professores efetivos foram nomeados e o banco de temporários conta com mais de 13 mil professores, segundo a secretaria de Educação. O GDF renovou o contrato dos 6,5 mil docentes que atuaram no ano passado.

Segundo a pasta, o cadastro reserva que ainda estava em validade foi zerado. Um concurso para professores efetivos está em fase de finalização. Nesse, cerca de quatro mil profissionais ficarão em cadastro reserva.

Para o Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF), o maior problema da volta às aulas ainda é o repasse de recursos para as escolas. “Temos cerca de 50% das escolas em situação de endividamento. Outras escolas ainda não têm recursos, mas também não estão endividadas”, disse a diretora do Sinpro, Rosilene Corrêa.

PDAF

Ela se refere à verba do programa de descentralização administrativa e financeira (PDAF) relativa ao ano passado, que ainda não foi paga pelo GDF. Segundo o governo, a questão é um “problema de caixa”. No último dia 29, o Jornal de Brasília mostrou que os diretores de algumas escolas estão tirando dinheiro do próprio bolso para fazer reparos nos colégios.

Fora isso, o sindicato dos professores diz que a expectativa para o retorno das férias é tranquilo. “Vários professores estão tomando posse. Então, esperamos que, com isso, possamos usufruir da licença-prêmio, que não é concedida à categoria desde 2006”, afirmou a diretora. “Além disso, a secretaria já está com o banco de dados de contratação temporária. Então, não há justificativa para que esse professores não sejam convocados”, diz.

Operação

Com o início do ano letivo, o Batalhão Escolar também entra em ação com a Operação Volta às Aulas. De hoje até 14 de fevereiro, o 1º Batalhão de Policiamento Escolar fará a segunda fase da operação, com o objetivo de recepcionar os alunos na volta às escolas.

A operação também contará com o apoio de outras unidades da PMDF, como o Batalhão de Aviação Operacional, que fará patrulhamento aéreo, e do 1º Batalhão de Polícia de Trânsito, que disponibilizará integrantes para trabalhar na prevenção de infrações de trânsito e na educação de condutores e pedestres.

Cartão Material Escolar
Quem tem direito ao Cartão Material Escolar, concedido por um programa do GDF, começará a recebê-lo hoje, no mesmo dia em que têm início as aulas.  O Banco de Brasília (BRB) dará início à distribuição dos novos cartões às 10h, no Sesi de Ceilândia.
A partir de agora, os cartões serão pré-pagos e entregues aos beneficiários pelas vans itinerantes do BRB (Conveniências), que ficarão estacionadas em lugares estratégicos, previamente definidos. Os antigos cartões não terão mais validade.
O beneficiário deverá apresentar documento de identificação com foto e o CPF. Em seguida, receberá o cartão, a senha, e a relação das papelarias credenciadas.
Para desbloquear o cartão, é preciso ligar para o  telefone 3029-8440, das 8h às 20h, informar o número do cartão e do CPF.
O crédito, no valor de R$ 226, ficará disponível ao beneficiário até 16 de maio de 2014. Após essa data, o valor expirará.
(Do Jornal de Brasília)
Imprimir