Por administrador em 03/dez/2013

Dia de alerta para a valorização do Pedagogo-Orientador Educacional



wagner 200x200“Que o Dia do Pedagogo-Orientador Educacional sirva de alerta e reflexão para que a profissão seja valorizada e conquiste o espaço de respeito e dignidade que é seu de direito.” O recado é do orientador Wagner Barbosa.

Com quase 20 anos de experiência como orientador educacional, Wagner diz que os profissionais da área ainda buscam a valorização da profissão, a qual passa pela melhoria das condições de trabalho, remuneração e formação continuada.

Segundo o orientador educacional, uma das dificuldades dentro da escola é confundirem o papel do orientador com o de supervisor ou de coordenador. Wagner também reclama de salas inadequadas e da falta de outros profissionais para complementar o suporte escolar, tais como: assistente social escolar e o visitador escolar.

Para Wagner Barbosa, outra necessidade é a viabilidade da área de saúde, que deveria contar com neurologistas psiquiatras e outros.

As principais reivindicações da categoria, de acordo com Wagner Barbosa, são as condições dignas de trabalho, aposentadoria especial em igualdade de condições com os demais profissionais da Educação.

O orientador coloca, ainda, na sua pauta de reivindicações a formação continuada dos profissionais, a realização de concursos públicos e a remuneração igualitária a de outros cargos de nível superior do DF.

 

Wagner Barbosa
CEF 405 e CEM 804 do Recando das Emas
Orientador há 19 anos

 

Ver Mais…

Imprimir