Por administrador em 24/mar/2014

Conferência de Comunicação Sindical da CUT traça novas estratégias para setor



Aberta na manhã desta segunda-feira(24), no auditório da CUT/Brasília, a Conferência de Comunicação Sindical debate novas estratégias para que os sindicatos possam aperfeiçoar seus setores de comunicação, tanto com a categoria quanto com a sociedade.

Reunindo vários nomes ligados à comunicação sindical, entre eles: Rosilene Correa, diretora do Sinpro; Eduardo Araújo, presidente do Sindicato dos Bancários de Brasília; Jose Luiz Frare, coordenador de Comunicação da Confraf-CUT; Débora Cruz, assessora de mídia social da Câmara dos Deputados; além de outros especialistas da área.

Entre os pontos abordados neste primeiro dia de Conferência,  as políticas de comunicação integradas em entidades sindicais e o desenvolvimento das mídias e redes sociais nos movimentos sindical e social tiveram grande destaque. Além de uma verdadeira aula sobre comunicação social, com o professor Rozilnaldo Miani, especialista em Comunicação Popular e Comunitária.

Todos os participantes da Conferência são unânimes ao afirmar que a comunicação é, sem dúvida, a área mais estratégica na luta sindical, embora grande parte dos sindicatos ainda não tenha atentado para o fato. A falta de investimentos em profissionais de imprensa e de mídias alternativas foram apontados como falhas das entidades sindicais.

A conferência terá prosseguimento nesta terça-feira(25) com novas palestras e debates, além de uma oficina de mídias e redes sociais. O encerramento do evento terá por base o debate sobre a construção da política de comunicação da CUT Brasília e das entidades filiadas, conduzida pelo secretário de Comunicação da CUT, Marco Junio, e Rodrigo Britto, presidente da CUT Brasília.

Imprimir