Por administrador em 26/mar/2010

Como não se tornar um mau aluno



Com uma expulsão, 12 suspensões e 78 assinaturas no “livro negro” em seu currículo escolar, o comediante Danilo Gentilli, do programa CQC, bem que poderia escrever um livro sobre algumas formas de se tornar um bom aluno. Ao contrário disto ele lançou, no final do ano, o livro “Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola”, com capítulos recheados de maneiras de como colar nas provas, chegar atrasado nas aulas, criar uma doença convincente, colocar apelidos nos colegas, brigar, jogar a culpa no outro, espalhar fofoca e até a não ler livros.
Durante todo o período escolar os professores e professoras colocam anos de experiência pedagógica e esforço para instruir, educar e ensinar o aluno a se tornar um cidadão capacitado para exercer uma profissão com competência e dignidade, e, principalmente, ser uma pessoa melhor. Esta literatura lançada por Gentilli mostra um escárnio explícito por algo que deveria ser tratado com seriedade e não da forma como o autor propõe, desconstruindo o papel do educador. A educação é um dos segmentos que tem o real poder de ajudar na melhoria do país, e para tanto merece respeito; sentimento que deveria ser demonstrado principalmente por pessoas públicas e que trabalham com a imagem, como é o exemplo do humorista.

Imprimir