Por Tomaz Campos em 12/jul/2017

CNTE se une a representações sindicais em ato contra a reforma trabalhista



A Confederação Nacional de Trabalhadores em Educação (CNTE) se uniu a representações sindicais de todo o país, nesta terça-feira (11), em ato contra a reforma trabalhista, cuja votação acontece neste momento, no plenário do Senado Federal. As entidades se concentram em frente ao Congresso Nacional.

No protesto, o presidente da Confederação, Heleno Araújo, enfatizou a importância das próximas eleições para que as conquistas da população não se percam. “Não podemos permitir que os que votaram contra nós, os que votaram contra o trabalhador, voltem a exercer seus mandatos no Congresso”, disse.

A vice-presidente da CNTE, Marlei de Carvalho destacou que as perdas impostas por cortes de orçamento em estados e municípios afetam os tabalhadores. Para Marlei, não se pode permitir que um governo golpista acabe com os direitos da classe trabalhadora.

Já o tesoureiro eleito do Sindicato dos Professores do Rio Grande do Sul (Cpers), Mauro Calliari, afirmou que os movimentos sociais têm sofrido constantes ataques em meio à crise política. Porém, o dirigente considerou que a representação está firme na luta em um momento crítico.

O ato segue durante todo o dia, com a adesão cada vez maior das entidades sindicais.

Imprimir