Por administrador em 13/maio/2011

CEF 1 promove Semana para a Vida



O Centro de Ensino Fundamental 1 de Brasília (CEF 1), na superquadra 106 da Asa Sul, encerrou nesta sexta-feira, dia 13, a Semana para a Vida, com apresentação e discussão de dois temas de grande importância para o amadurecimento pessoal e social de seus alunos: um sobre sexualidade e doenças sexualmente transmissíveis e, outro, sobre drogas, ECA, segurança nas escolas e violência doméstica. A primeira palestra, ministrada pela psicóloga Ivanete Rocha, foi dedicada às alunas da escola, uma vez que na quinta-feira, esse mesmo tema foi debatido com os meninos. A separação entre meninas e meninos especificamente na discussão desse assunto foi uma estratégia da equipe da escola para “deixar os alunos mais à vontade na hora de fazer seus questionamentos, sem inibição”, segundo a diretora do CEF 1, Maria Auxiliadora de Sousa.
A segunda palestra, ministrada por policiais do Batalhão Escolar, teve seu ponto alto na discussão do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Segundo Maria Auxiliadora, muito se fala hoje em dia sobre o Estatuto, mas seu conteúdo ainda não foi absorvido pelos adolescentes. A discussão pontual de seus direitos e deveres chamou a atenção dos alunos. Para a diretora do CEF 1 é importante que a escola tenha esse espaço de discussão, principalmente porque nos dias de hoje as famílias, ocupadas com o trabalho fora de casa, dedicam cada vez menos tempo a seus filhos. “As famílias estão se esquecendo de ensinar a seus filhos sobre hábitos e atitudes, e esse papel está cada vez mais sendo assumido pela escola”, desabafou Maria Auxiliadora.
A Semana para a Vida do CEF 1 faz parte do calendário escolar oficial, em atendimento à Lei 11.988 de 2009, e este é o segundo ano em que a escola desenvolve esse trabalho. Toda a equipe de professores da escola se envolve na preparação da Semana desde a escolha dos temas até a indicação de palestrantes e confecção de material de apoio aos alunos. Um exemplo dessa atitude foi o do professor João Bosco Lobato que providenciou a confecção de 500 cartilhas sobre o Bullyng (*), para auxiliar os alunos na fixação das informações obtidas na palestra sobre o tema, ministrada pelo capitão Gislando Alves da Costa, comandante do Batalhão Escolar. Cada palestra ministrada durante a Semana para a Vida, segundo a diretora do CEF 1, é mais do que uma aula normal: é uma aula prática!
Durante cinco dias os cerca de 500 alunos do CEF 1 tiveram a oportunidade de repensar e estudar temas como a inclusão social da pessoa portadora de necessidades (palestra ministrada por Maraisa Helena Pereira da Apae), alimentação saudável (proferida pelas nutricionistas Priscila e Iara Medeiros Ramires) e diversidade cultural (abordada pela psicóloga da escola, Patrícia Campolino), além dos três outros temas já mencionados nesta matéria. O trabalho, no entanto, não termina com o encerramento da Semana. Conforme explicou Maria Auxiliadora, todos os professores receberão as palestras por escrito para trabalhar com os alunos no decorrer de todo o restante do ano, seja na redação de textos, nas discussões na hora cívica, na elaboração de trabalhos ou mesmo na prova interdisciplinar.
(*) A cartilha do Bulliyng foi retirada do livro “Bullyng – Mentes Perigosas na Escola” de autoria da psicóloga Ana Beatriz Barbosa.

Imprimir