Por administrador em 02/abr/2012

Categoria realiza passeatas em várias regiões do DF



Às vésperas de mais uma assembleia geral a categoria mostra que a luta continua e as mobilizações não vão parar enquanto o governo do DF não atender as reivindicações da categoria e honrar os compromissos assumidos. Para mostrar isto professores(as) e alunos(as) da rede pública de ensino do Distrito Federal fizeram, nesta segunda-feira (02), manifestações no Paranoá, Recanto das Emas, Samambaia e Gama. No final de semana atividades foram realizadas em vários pontos do DF.

No Paranoá (foto) alunos do Centro de Ensino Médio Nº 1 e diretores do Sinpro-DF fecharam uma das faixas da avenida principal, fizeram um apitaço e gritaram palavras de ordem em defesa dos professores. “A gente não faz o movimento grevista contando apenas com o apoio dos professores. É necessário que a comunidade se mobilize, uma vez que também está insatisfeita com o ensino público no DF. E os alunos sabem bem das dificuldades que enfrentamos diariamente”, disse o diretor Fernando Ferreira.

No Recanto uma grande carreata tomou as ruas da região administrativa. Mais de cem carros e um carro de som percorreram várias vias da cidade. Durante todo o trajeto o grupo escutou reclamações da população sobre a educação pública e explicou os motivos da categoria estar em greve. “Um ponto importante que notamos foi o apoio que a população mostrou à luta da nossa categoria em cada rua que passávamos”, analisa o diretor Washington Dourado.

Neste momento é de extrema importância a participação de cada professor e professora nas atividades de mobilização, e principalmente na assembleia desta terça-feira (03). Nossas vitórias serão proporcionais à nossa garra e vontade de lutar.

Imprimir