Por administrador em 17/nov/2011

Categoria encontra-se reunida em assembleia neste momento



Cerca de dois mil e quinhentos professoras e professores da rede de ensino público do DF encontram-se reunidos, neste momento, na Praça do Buriti, para decidir que postura adotar frente ao descaso com que o governo vem tratando nossas reivindicações. Da última assembleia, ocorrida no dia 26 de outubro, até hoje não houve qualquer avanço nas negociações. O GDF não cumpriu nenhum dos prazos estabelecidos com a categoria no início do ano. O Plano de Carreira deveria ter sido apresentado à Câmara Legislativa no dia 30 de setembro; a gestão democrática tinha o prazo de até 30 de junho; o Plano de Saúde, dia 30 de julho; e a contratação de concursados que deveria ter sido imediata ainda não ocorreu. A proposta de tabela salarial apresentada pelo governo para reajuste em 2012 nem de longe atende à nossa expectativa (isonomia salarial com a carreira médica até 2014).

A diretoria colegiada do Sinpro-DF esteve reunida ontem (dia 16) para avaliar a situação e decidiu submeter à deliberação da categoria  a data de 8 de março para a realização de nova assembleia geral, com indicativo de greve e paralisação, caso o governo até lá não apresente uma proposta que atenda nossas reivindicações.  Professoras e professores também devem deliberar ainda hoje o compromisso de acompanhar a votação do Orçamento e da Gestão Democrática na Câmara Legislativa do DF do dia 18 de novembro até o fechamento do ano legislativo; visita às escolas e campanha de eleição de delegados(as) nas escolas no período de 6 a 29 de fevereiro; e o estabelecimento do dia 1º de março para a realização da reunião de delegados(as) sindicais por grupos de regionais.

Mais notícias sobre a assembléia a qualquer momento.

 

Imprimir