Por administrador em 03/abr/2012

Categoria decide: a greve continua



Professoras e professores reunidos em assembleia nesta terça-feira, dia 3, decidiram pela manutenção da greve até que o governo apresente uma proposta que atenda às reivindicações da categoria. O desrespeito, o constante ataque à categoria na mídia e, principalmente, a ausência de qualquer negociação efetiva com o GDF foram determinantes para a decisão tomada pela maioria absoluta dos presentes à assembleia.
Da Praça do Buriti, munida de bandeiras e vuvuzelas, a categoria seguiu em passeata até o Estádio Nacional de Brasília onde realizaram um ato de protesto: “para o Estádio quase um bilhão, por que nada para a educação”. Numa demonstração clara de que professoras e professores do ensino público do DF não aceitam pagar a conta dessa obra milionária, às custas do suor de seu trabalho.
A categoria também decidiu intensificar a mobilização nas regionais com bandeiraços, passeatas e visitas de conscientização. Uma vigília em frente ao Palácio do Buriti nesta quarta-feira, dia 4, a partir das 17 horas para acompanhar a reunião entre o governo e a Comissão de Negociações, intermediada pela CUT, também ficou acertada na assembleia.
Conforme aprovado, a categoria voltará a se reunir em assembleia geral na próxima terça-feira, dia 10, às 9h30, na Praça do Buriti.

Imprimir