Por Luis Ricardo em 18/jan/2017

Canal da Educação debate o atraso no pagamento da pecúnia. Confira a entrevista



O Canal da Educação da última terça-feira (17) colocou em debate o atraso no pagamento da pecúnia dos(as) professores(as) e orientadores(as) educacionais aposentados(as). Para tirar as dúvidas e debater o tema foi convidada a diretora do Sinpro Silvia Canabrava, que abriu o programa dizendo que desde abril de 2015 os(as) professores(as) aposentados(as) vivenciam este atraso no pagamento do benefício daqueles que não gozaram da licença-prêmio durante a carreira.

“Os professores e orientadores educacionais quando estavam em sala de aula tinham direito a licença-prêmio por assiduidade a cada cinco anos. Porém, estes professores não puderam usufruir deste benefício durante a carreira, uma vez que o governo tinha a obrigação de contratar alguém para fazer esta substituição. A Lei nº 840 garante que estes professores, ao se aposentarem, têm o direito de receber este benefício em pecúnia, caso não tenham usufruído da licença, e o governo tem até 60 dias para pagar. Infelizmente desde abril de 2015 o GDF vem enrolando para fazer estes pagamentos”, explica a diretora do Sinpro.

Clique aqui e confira a entrevista na íntegra.

 

Imprimir