Por administrador em 23/abr/2012

Bancada Federal reforça apoio à luta dos(as) professores(as)



A Bancada Federal e representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Universidade de Brasília (UnB) reforçaram o apoio à luta dos professores(as) durante visita ao acampamento da categoria, nesta segunda-feira (23), na Praça do Buriti, e se prontificaram em se reunir com o governo do Distrito Federal na tentativa de buscar um diálogo que possa colocar fim ao impasse. Para isto a bancada pretende solicitar uma reunião com o GDF ainda hoje para que seja construída uma proposta que venha ao encontro das reivindicações da categoria. Marcaram presença no acampamento o senador Rodrigo Rollemberg, os deputados federais Reguffe, Chico Alencar, Erika Kokay, Luiz Pitman, Izalci Lucas e Roberto Policarpo, além do presidente da OAB-DF, Francisco Caputo, e do reitor da UnB, José Geraldo de Sousa.

Durante os discursos todos foram unânimes em afirmar que o movimento dos professores(as) é legal e não será uma questão jurídica que colocará fim à greve, que é um direito constitucional do trabalhador brasileiro. “Os professores são os responsáveis diretos pelo sucesso desta nação e lutar pelos direitos desta categoria é lutar pelo nosso futuro. Precisamos reivindicar uma educação pública de qualidade e a bancada federal vai buscar um diálogo com o governo para que este impasse chegue ao fim e esta categoria obtenha êxito em suas reivindicações”, prometeu o reitor da UnB.

Categoria mostra força e garra – Os professores e professoras deram mais uma demonstração de garra e determinação com carreata saindo das regiões administrativas e terminando na Praça do Buriti. Todos foram recepcionados por um animado bandeiraço. Em cada carro que chegava das regionais o sentimento era de força e certeza da vitória de nossa luta. É por tudo isto que precisamos continuar unidos, porque merecemos um tratamento mais digno e respeitoso do governo e, principalmente, uma proposta que contemple nossas reivindicações. Para isto devemos marcar presença em massa na assembleia desta terça-feira (24), às 9h30, na Praça do Buriti, porque o sucesso de nossa greve depende do empenho de cada um.

Imprimir