Por administrador em 04/jul/2012

Auxílio-saúde será pago em folha suplementar



Foi sancionada nesta quarta-feira (04), pelo governador Agnelo Queiroz, a Lei nº 4.862/2012 que cria o benefício do auxílio-saúde no valor mensal de R$ 200 aos servidores da Carreira Magistério Público do Distrito Federal. Na reunião de negociação desta quarta-feira, 4, (foto) o GDF afirmou que o valor do auxílio será pago em folha suplementar na próxima semana e é destinado aos servidores ativos, inativos e pensionistas, bem como aos professores contratados temporariamente e que se encontrem em efetivo exercício. É importante ressaltar que o valor não pode ser acumulado com outro benefício da mesma espécie.

A lei ainda concede aos que se aposentaram a partir de 1º de março de 2008 e àqueles que vierem a se aposentar, desde que submetidos ao regime de dedicação exclusiva nos dezenove meses imediatamente anteriores ao da concessão da aposentadoria, a incorporação integral da TIDEM aos respectivos proventos, observado individualmente o fundamento legal que amparou a concessão da aposentadoria.

A sanção desta lei representa mais uma vitória da categoria, que lutou durante a greve dos professores e professoras por estes benefícios. O auxílio-saúde ainda não é o plano de saúde que buscamos, mas o auxílio já representa uma vitória, assim como a incorporação integral da TIDEM para os que se aposentam.

Na reunião a Comissão de Negociação ainda cobrou o retorno com relação às solicitações de ampliação de carga horária, e a Secretaria de Administração informou que no mês de julho os pleitos serão atendidos.

Imprimir