Por Maria Carla em 14/dez/2017

Ato de solidariedade aos trabalhadores em greve de fome contra a reforma da Previdência



Dirigentes sindicais, militantes e trabalhadores(as) participaram, na manhã desta quinta-feira (14), de um ato de solidariedade aos companheiros do MPA, que estão há 10 dias numa greve de fome em protesto contra a reforma da Previdência na Câmara dos Deputados.

O ato, que começou às 11h e prossegue até o momento, no Anexo II, da Câmara dos Deputados. Na avaliação da diretoria colegiada do Sinpro-DF é importante as manifestações de apoio a esses trabalhadores aguerridos que chegaram ao ponto extremo de ter de fazer uma greve de fome contra uma reforma que irá eliminar o direito dos brasileiros à aposentadoria.

“O objetivo desse governo ilegítimo é tão-somente transformar o direito social à previdência em mercadoria e, após isso, entregá-lo aos banqueiros nacionais e internacionais para que possam explorá-lo como objeto de lucro por meio das empresas de previdência privada”, alerta a diretoria.

“Não nos enganemos! A reforma da Previdência poderá ser votada a qualquer momento. É imprescindível nos mantermos mobilizados e vigilantes”, avisa a direção da CUT Brasília.

As lideranças sindicais orientam também a todos e todas, trabalhadores e trabalhadoras, bem como aos(às) militantes a pegarem, na sede da CUT Brasília, material de panfletagem contra a reforma da Previdência para distribuí-lo largamente à população a fim de esclarecê-la da importância da mobilização de toda a sociedade.

Com informações da CUT Brasília

Imprimir