Por administrador em 05/jun/2013

Assembleia Geral da CUT decide hoje a Plataforma de Lutas da Classe Trabalhadora



Terá início às 10 horas desta quarta-feira, dia 5, no Setor Bancário Sul (em frente ao Banco do Brasil) a Assembleia Geral da Classe Trabalhadora convocada pela CUT-DF. Trabalhadoras e trabalhadores irão é ratificar os 22 pontos que compõem a Plataforma de Lutas da Classe Trabalhadora, entre eles a luta em defesa da reforma agrária, o fim do fator previdenciário, a defesa e a valorização do serviço público, destinação de 10% do PIB para a Educação, negociação coletiva no setor público, implementação de políticas de inclusão digital e acessibilidade.

O objetivo é que as bandeiras gerais de luta sejam conduzidas de forma unificada nos próximos meses, norteando as futuras mobilizações e campanhas. “Os trabalhadores só obtém conquistas se estiverem unidos e organizados. Por isso, um dos princípios da CUT é a solidariedade de classe, a principal arma para enfrentar a exploração do capital. É isso que estamos colocando em prática, estabelecendo e unificando as lutas gerais dos próximos meses a partir da participação e decisão dos trabalhadores e seus sindicatos”, explica o presidente da CUT-DF, Rodrigo Britto.

Clique aqui para mais informações sobre a Assembleia Geral. Participe!

Imprimir