Por administrador em 10/dez/2009

Arruda desfilia-se do DEM



Do blog do Noblat – O governador José Roberto Arruda, do Distrito Federal, acaba de se desfiliar do DEM. Fará um pronunciamento mais tarde a respeito de sua decisão.
O Tribunal Superior Eleitoral fica dispensado, assim, de examinar o mandado impetrado por ele, ontem, que alega não ter tido prazo para se defender diante da Executiva do seu partido da acusação de que comandou uma organização criminosa responsável pelo desvio de milhões de reais dos cofres públicos.
Com o mandado, Arruda queria a suspensão da reunião da Executiva do DEM marcada para amanhã, e que iria expulsá-lo do partido.
Arruda deve ter tido informações de que o mandado impetrado por ele seria negado.
Ao se antecipar à decisão do tribunal, ele torna dispensável a reunião da Executiva.
Ao ficar sem partido, ele não poderá ser candidato a nada no próximo ano. Pretendia disputar a reeleição.
Doravante, deve se dedicar a enterrar na Câmara Legislativa três pedidos de impeachment que ali foram admitidos. Arruda tem maioria folgada de votos entre os 24 deputados distritais para continuar no cargo.

Imprimir