Por administrador em 14/mar/2012

Adesão da categoria à greve aumenta diariamente



A greve dos(as) professores(as) chega ao terceiro dia e a adesão da categoria aumenta a cada dia. Em todas as regiões administrativas professores (as) aderem em peso ao movimento em protesto pelo descaso do governo do Distrito Federal com a Educação e exigem o cumprimento dos compromissos assumidos com a categoria. As visitas feitas pelos grupos de convencimento às escolas têm um importante papel nesta mobilização, com a paralisação alcançando mais de 70% dos professores em todo DF.

 

Em Brazlândia e em Santa Maria a adesão é de 80%, inclusive com o apoio da maioria dos(as) professores(as) em contratos temporários. Em Sobradinho o saldo é de 73% de adesões e 72% das turmas fechadas. No Gama 70% da categoria paralisou as aulas e após visita dos grupos de convencimento os CEF’s 10 e 11 também aderiram ao movimento, seguido por Planaltina e Samambaia (70%), e Paranoá, Recanto das Emas e Taguatinga com 60% de adesões.

 

O crescente número de adesões nas diversas regionais é a resposta da categoria ao GDF. O trabalho de conscientização de todos e todas deve continuar. E no dia 20 de março, às 9h30, todos e todas na assembleia geral, na Praça do Buriti.

 

Confira o calendário de mobilização da categoria já agendados:

15 de março – bandeiraço e visitas de convencimento em São Sebastião. Concentração às 7h, na entrada da cidade (posto Texaco);

16 de março – Atividades regionalizadas definidas pelo comando de greve;

16 de março – Caminhada e panfletagem na avenida Central do Núcleo Bandeirante, às 9h.

17 e 18 de março – panfletagem nas cidades;

19 de março – grupos de conscientização nas escolas. Às 18h, reunião do comando de greve;

20 de março – Assembleia geral na Praça do Buriti, às 9h30.

Imprimir