Por administrador em 19/abr/2009

Ações para garantir direito de greve



Além de entrar com Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) contra a lei 4316/09, que permite ao GDF congelar salários, o Sinpro buscará na justiça impedir que o GDF corte o ponto ou substitua educadores em greve. A atual lei de greve determina que a negociação sobre corte de ponto deve ser iniciada após o fim do movimento grevista e que é irregular a substituir servidores em greve.
Neste último caso, os professores que souberem de escolas ou direções de escola que estejam substituindo podem enviar nomes para o e-mail faleconoscojuridico@sinprodf.org.br

Imprimir