Por administrador em 28/dez/2011

Educação é função do Estado



O secretário de Educação, Denilson Bento, anunciou que a Secretaria de Educação irá estabelecer PPPs (Parcerias Público Privadas) para agilizar a construção e reformas de escolas da rede pública de ensino. Em entrevista concedida ao Jornal de Brasília publicada no dia 24, a diretora de imprensa do Sinpro, Rosilene Correa, externou a preocupação do Sindicato com a possibilidade de essa iniciativa abrir as portas para a privatização no interior das escolas. No entendimento do Sinpro, a Educação é uma função do Estado e deve ser encarada não como despesa, mas como investimento.

Mesmo considerando a urgência de construção de novas escolas e reforma da estrutura física das já existentes, acreditamos que é possível agilizar licitações, garantir a transparência e a execução das obras com muita fiscalização e acompanhamento da sociedade e não entregando à iniciativa privada a administração das escolas, não no momento em que a comunidade escolar se prepara para iniciar o processo de gestão democrática da rede pública de ensino. O Sinpro questionou ainda a ausência de discussão sobre a proposta.

Imprimir