Por administrador em 23/ago/2014

11ª Festa Junina, na Chácara do Professor, resgata a cultura popular do Nordeste



Quase um mês após a realização da 11ª Festa Junina do Sinpro-DF, que ocorreu na Chácara do Professor , no dia 9 de agosto, e a categoria ainda comenta o sucesso e elogia o evento. Este ano, a diretoria do Sinpro inovou, colocando a atividade para iniciar a partir das 17h e disponibilizando novas atrações para a família e para as crianças, tais como fazendinha – com pôneis para diversão das crianças – , pescaria, várias barracas e, tendo como maior atração, Tiago Lunar e a banda Rastapé.

“Tivemos a preocupação de fazer uma festa de cunho realmente regionalizado e tivemos a preocupação de tocar somente o forró, uma música nossa. Assim, valorizamos a nossa cultura, a cultura do nosso país e a da nossa região. No ano que vem tem mais”, garantiu a diretora de Assuntos Culturais do Sinpro-DF, Elaine Amâncio.

Marco Aurélio, membro da Executiva e também diretor de Assuntos Culturais, disse que estava muito feliz pelo sucesso do evento e de receber a categoria numa “festa literalmente junina apesar de ter sido realizada em agosto”, disse. Ele afirma que a categoria respondeu ao chamado e participou do evento com seus filhos.

Na edição deste ano, foi construída uma fazendinha real, com animais, vários tipos de brinquedos e brincadeiras da cultura nordestina, como o touro mecânico, a perna de pau, o pau de e a comida totalmente regionalizada, gostosa. A categoria se divertiu. “Talvez seja uma das melhores que nós já tivemos até hoje: realmente junina, apesar de já estamos em agosto”.

“Foi uma festa programada para os professores relaxaram um pouco mais o estresse do dia a dia, da luta na sala de aula”, afirma Marco Aurélio. Jorge Filho, vocalista da banda Rastapé, disse que é uma honra maravilhosa fazer parte da festa dos professores, afinal, para mim e acredito que para todo cidadão, o professor está no topo da cadeia da nossa sociedade. É um povo que a gente respeita muito, admira muito e, agora, estamos aí comemorando juntos esta festa. É um prazer imenso, nós aqui do Rastapé, estarmos fazendo parte desta festa aqui com os professores”, disse.

Wijairo Mendonça, diretor de Assuntos Culturais do Sinpro-DF, também elogiou a organização e alegria da festa. “Fizemos uma festa junina, julina e agostina, porque está acontecendo no mês de agosto, mas se propõe resgatar a cultura popular nordestina, portanto, a cultura popular brasileira. Essa é a proposta, nesta festa, do Sindicato dos Professores, ou seja, promover aos professores, aos educadores, de Brasília, da escola pública, o melhor da cultura popular brasileira na Chácara do Professor”.

Imprimir